top of page
  • Foto do escritorPascom

Vocação Sacerdotal

Atualizado: 2 de nov. de 2022



Vocação sacerdotal, um chamado de Deus

A vocação sacerdotal é um chamado de Deus para alguns homens dentro do povo de Deus a se tornarem um representante do sagrado como a própria palavra já nos indica: sacerdos significa sagrado e otis significa representante. Portanto, sacerdote é um representante do sagrado no meio do povo.

O sacerdote, o presbítero, ou ainda, o padre, como geralmente é chamado, recebe o sacramento da Ordem que lhe confere o múnus de ensinar, de santificar (por meio da liturgia) e de reger os fiéis leigos.

No Antigo Testamento, o sacerdote era aquele que coordenava o culto e que oferecia sacrifícios de animais buscando o perdão divino. Jesus é o sumo sacerdote porque Ele mesmo se ofereceu em sacrifício para salvar a humanidade. Jesus ao morrer na cruz e ao ressuscitar, redimiu toda a humanidade e agora nenhum outro sacrifício é necessário.

O sacerdote hoje é aquele que em toda a Sagrada liturgia atualiza este mistério de sacrifício de Jesus. O sacerdote age in persona Christi e, assim, quando ele diz “Isto é o meu corpo… Isto é o meu sangue…” é o próprio Cristo que está falando. A ação do sacerdote se prolonga para além da liturgia para ser um Alter Christus, isto é, ser a presença de Jesus no mundo.

São Pedro em sua primeira carta escreve dirigindo aos anciãos: “Sede pastores do rebanho de Deus, confiado a vós; cuidai dele, não por coação, mas de coração generoso; não por torpe ganância, mas livremente; não como dominadores daqueles que vos foram confiados, mas antes, como modelos do rebanho” (1Pd 5, 2-3).

O sacerdote não apenas administra uma organização religiosa no âmbito pastoral e econômico, mas também alimenta e anima cada pessoa na comunidade ao ser essa presença de Cristo por meio de suas palavras e principalmente por meio de suas ações.

No entanto, nunca se pode esquecer que todo sacerdote é um ser humano como a todos os outros, ou seja, uma pessoa com sua história e suas marcas, com suas qualidades e fraquezas. Não obstante os desafios internos que cada sacerdote enfrenta na carne e no espírito, ele também precisa lidar com as dificuldades próprias de cada tempo e realidade.

Muitas pessoas recorrem ao sacerdote por vários motivos. Na maioria das vezes, espera-se que o sacerdote ajude as pessoas com seus problemas pessoais, familiares, pastorais, econômicos, etc. O sacerdote, por sua vez, precisa também recorrer e buscar ajuda para lidar com seus conflitos e, acima de tudo, o sacerdote precisa ter uma relação muito estreita com Deus por meio da oração para que seja fortalecido e iluminado pela graça divina.


Por PASCOM - Pastoral da Comunicação

Fonte: https://dicaragua.org.br/ Artigo: Padre Eduardo Toledo

24 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Commentaires


Enviar Mensagem

Obrigada pela messagem.
bottom of page